• (83) 3241-7640 / (83) 98650-0774

    Justiça do Trabalho vai leiloar 2 mil bens; Jangada Clube é um deles

    07/11/2005


    Dois mil bens móveis e imóveis serão leiloados pela Justiça do Trabalho no próximo dia 21 de novembro, em João Pessoa. Um dos destaques entre os imóveis é o prédio sede do Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, avaliado em R$ 3 milhões. O prédio do antigo Colégio 2001, em Tambiá (avaliado em R$ 280 mil) e o local onde funcionava o Water Park, em Intermares (avaliado em R$ 2,5 milhões), também estão na lista dos imóveis a serem leiloados.
    O objetivo do "Projeto Arrematar", promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho, é resolver o maior número possível de pendências trabalhistas que dependem de arremate para a agilização de processos. A meta do TRT é leiloar bens móveis e imóveis de 600 processos. Estarão à disposição, para arremate, terrenos, casas, apartamentos, granjas, fazendas e prédios comerciais, localizados em diversos bairros da capital.
    Segundo a juíza Ana Paula Cabral Campos, supervisora da Central de Mandados, o lance mínimo para o leilão dos imóveis será correspondente a 40% do valor da avaliação, realizada por um avaliador judicial (oficial de justiça). O valor poderá ser dividido em até dez parcelas. No ato do arremate, o comprador deverá pagar 20% de entrada, mais a comissão do leiloeiro (3% do valor do arremate). Para os bens móveis, não haverá lance mínimo estabelecido. A comissão cobrada pelo leiloeiro será de 5% do valor do bem arrematado.
    "Existe uma variação muito grande (quantidade e estado de conservação) e por isso não temos como estabelecer valor mínimo", afirmou a juíza. Entre os bens móveis estão computadores, material de construção, automóveis, motocicletas, roupas, jóias e material de escritório (mesas, cadeiras, equipamentos de informática, impressoras).
    O leilão será realizado na Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rêgo a partir das 8h, podendo se estender até o dia seguinte, segundo a juíza Ana Paula Campos. Pela primeira vez, um leiloeiro oficial (Alexandre Ferreira Nunes) irá conduzir as negociações. Os bens poderão ser arrematados individualmente ou por lote.
    A relação de bens está disponível na Central de Mandados. No mesmo local, as pessoas interessadas em participar como arrematadores podem se cadastrar. A Central de Mandados fica no Fórum Maximiano Figueiredo, no prédio da Caixa Econômica Federal, Centro.




    Notícias


  • [14/06/2021]

    Esmat 13 inicia inscrições para o Curso RESPONSABILIDADE EMPRESARIAL E DIREITO DO TRABALHO

  • [14/04/2021]

    ESMAT 13 encerra curso de Direito Emergencial do Trabalho

  • [12/04/2021]

    Começa hoje curso sobre Direito Emergencial e inscrições são aceitas

  • [17/03/2021]

    Esmat 13 promoverá curso sobre Direito Emergencial do Trabalho

  • [05/10/2020]

    Amatra 13 promove treinamento para associados

  • [16/06/2020]

    ESMAT 13 prorroga prazo de entrega de artigos para revista

  • [15/06/2020]

    Edital prorrogação - 10ª Edição revista Esmat 13

  • [06/03/2020]

    Começam aulas sobre Recursos no Tribunal Superior do Trabalho

  • [03/03/2020]

    EDITAL DE SELEÇÃO DE ARTIGOS PARA A REVISTA N.º 10

  • [02/03/2020]

    ESMAT 13 divulga edital de seleção de artigos para revista

  • [15/01/2020]

    Esmat 13 realiza em março curso sobre recursos no TST

  • [06/12/2019]

    Começa 3º módulo da pós-graduação da Esmat 13, mas ainda há vagas




  • Telefone / Celular (83) 3241-7640 / (83) 98650-0774 - Rua Antônio Rabelo Júnior, 161 - Miramar - Empresarial Eco Business Center, 9º andar, salas 911/912 - João Pessoa - PB